Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços, analisando a navegação no nosso sítio web. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode obter mais informação na nossa página Termos de Uso e Privacidade

Exportações de calçado quase inalteradas, apoiadas no mercado extra-UE

Criada em: 18 agosto de, 2015
O "fraco desempenho económico" europeu ditou uma quase estabilização das exportações do calçado português até junho, nos 887 milhões de euros, assumindo-se os destinos extracomunitários, com uma subida de 6%, como "o grande motor" do crescimento do setor.

"São as exportações extracomunitárias o grande motor de crescimento do setor em 2015. O fraco desempenho económico dos vários mercados europeus tem condicionado uma maior afirmação do calçado português além-fronteiras", adiantou à agência Lusa fonte da Associação Portuguesa dos Industriais do Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Seus Sucedâneos (APICCAPS).

De acordo com os dados da associação, na primeira metade de 2015 as vendas para fora da União Europeia cresceram 6%, destacando-se os "bons desempenhos" do setor na Austrália (crescimento de 7%), Canadá (mais 10%), China (aumento de 81%), Colômbia (mais 196%), EUA (crescimento de 43%) e Japão (mais 17%).

Apesar do aumento global "modesto" de 0,44% das exportações no primeiro semestre, para 39 milhões de pares de calçado no valor de 887 milhões de euros", a APICCAPS destaca que a indústria portuguesa de calçado continuou em 2015 a crescer "pelo sexto ano consecutivo".

"Desde 2009 as vendas para o exterior já aumentaram 54%, para 1.850 milhões de euros no final de 2014", recorda.

Salientando que, no primeiro semestre de 2015, a indústria portuguesa de calçado exportou sensivelmente 95% da sua produção para mais de 152 países nos cinco continentes, a associação aponta o setor como o que "mais positivamente contribui para o saldo da balança comercial da economia portuguesa, com um valor na ordem dos 1.300 milhões de euros".

No âmbito do programa anual de promoção externa da indústria nacional de calçado, que prevê a presença em mais de 70 das principais feiras internacionais da especialidade, o setor participa, de 01 a 04 de setembro, em Milão, naquele que é considerado "o mais prestigiado certame profissional de calçado do mundo".

"A participação do setor na Micam afigura-se como particularmente relevante, até porque acontece em Itália, o líder europeu de calçado e o concorrente mais direto de Portugal", considera a APICCAPS, adiantando que a indústria portuguesa de calçado estará representada em Milão por 90 empresas - uma das maiores participações de sempre do setor numa iniciativa no exterior - e receberá ali a visita do Ministro da Economia, Pires de Lima.

IN: http://economico.sapo.pt/