Utilizamos cookies próprios e de terceiros para melhorar a sua experiência e os nossos serviços, analisando a navegação no nosso sítio web. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode obter mais informação na nossa página Termos de Uso e Privacidade

Moldemba - um negócio familiar liderado por jovens mulheres

Criada em: 19 junho de, 2015
Moldemba, um negócio familiar liderado por jovens mulheres

São jovens na casa dos 30 anos e são mulheres. Esta conjugação de características é ainda pouco habitual na liderança de empresas portuguesas, e muito mais rara se tivermos em consideração que em causa está uma indústria de moldes, onde a actividade é, modo geral, muito masculiniza- da. Trata-se da Moldemba, empresa localizada na freguesia de Maceira, em Leiria, unidade altamente exportadora, que se prepara para investir de modo a aumentar a sua capacidade de produção.

A trabalhar nesta indústria desde os 14 anos e depois de ter acumulado experiência em vá- rias empresas, entre as quais a Aníbal H. Abrantes, na Marinha Grande, Emídio Barbeiro decidiu estabelecer-se por conta própria. Criava a Moldemba em 2002.

Nos últimos anos, e apesar de muito jovens, Vânia e Andreia Sousa, filhas do fundador, formadas em economia e em arquitectura, resolveram dar apoio ao pai, e acabaram por assumir diversas funções na Moldemba, coadjuvadas pelo empresário.

A Vânia tem cabido a gestão da empresa, já Andreia tem acompanhado todo o desenvolvimento dos projectos, bem como a área comercial. Na retaguarda, Emídio Barbeiro presta apoio técnico e comercial. 

Até à data a empresa tem tra-balhado sobretudo na vertente comercial, recorrendo a serviços de outsourcing para assegurar a produção de moldes. Já actuaram no ramo automóvel, mas re- desenharam a sua estratégia e estão agora a apostar nos sectores

onde têm mais know how, designadamente na produção de pequenos moldes para cosmética, embalagem, para artigos de medicina e reabilitação. A produção de capacetes, viseiras e acessórios para motociclos é outra das actividades onde reconhecem ter grande experiência.


A curto prazo, a Moldemba prevê ainda avançar com uma outra

mudança de peso, que será a fusão com a CBS, empresa também detida pela família de Emídio Barbeiro e que actua exclusivamente na produção de moldes. A junção das empresas tem por objectivo fazer aumentar a capacidade produtiva e a autonomia da Moldemba, observam Vânia e Andreia Sousa.


No âmbito deste projecto, a empresa terá de contratar mais colaboradores, adquirir nova tecnologia e apostar na inovação.

Com uma taxa de exportação de 98%, a Moldemba prevê ainda - depois da fusão entre as empresas e do aumento da capacidade produtiva - continuar a apostar em mercados de América do Sul, Norte de África e Europa Central, adiantam as empresárias.